Como o Senhor da Vida dá Vida – John Piper

27 jul

Uma Meditação sobre Atos 16:14

Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto

Em todo lugar em que Paulo pregava, alguns criam e outros não. Como
devemos entender porque alguns daqueles que estão “mortos em delitos
e pecados” (Efésios 2:1, 5) crêem e outros não?

A resposta ao porque alguns não crêem é que eles a rejeitaram (Atos
16:46), pois a mensagem do evangelho lhes parecia loucura, e não puderam
entendê-la (1 Coríntios 2:14). A mentalidade da carne é “inimizade contra
Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser”
(Romanos 8:7). Aqueles que ouvem e rejeitam o evangelho “odeiam a luz”, e
não vêem para a luz, para que suas obras não sejam expostas (João 3:20). Eles
permanecem “entenebrecidos no entendimento… pela ignorância que há
neles, pela dureza do seu coração” (Efésios 4:18). Essa é uma ignorância
culposa. A verdade está disponível. Mas pela “injustiça dos homens, que
detêm a verdade em injustiça” (Romanos 1:18).
Mas então, por que alguns crêem, visto que todos estão nessa condição
de dureza de coração rebelde, mortos no pecado? O livro de Atos dá a
resposta de pelo menos três formas diferentes. Uma é que eles foram
destinados a crer. Quando Paulo pregou em Antioquia da Pisídia, os gentios
se regozijaram e “creram todos quantos estavam ordenados para a vida
eterna” (Atos 13:48).
Outra forma de responder ao porque alguns crêem é que Deus concede
arrependimento. Quando os santos em Jerusalém ouviram que os gentios
estavam respondendo ao evangelho, e não apenas os judeus, eles disseram:
“Na verdade até aos gentios deu Deus o arrependimento para a vida” (Atos
11:18).
Mas a resposta mais clara em Atos à pergunta do porque uma pessoa
crê no evangelho é que Deus abre o coração. Lídia é o melhor exemplo. Por
que ela creu? Atos 16:4 diz: “O Senhor lhe abriu o coração para que estivesse
atenta ao que Paulo dizia”. Note quatro aspectos dessa conversão.

1) “… ao que Paulo dizia”. Primeiro, alguém deve proclamar o evangelho.
Deus não abre os olhos do coração a fim de ver nada. Ele abre-os para ver a
glória de Cristo na verdade do evangelho (2 Coríntios 4:4-6). Portanto,
devemos anunciar o evangelho. Não fazemos o novo nascimento acontecer
quando cumprimos isso. Mas nos ajustamos ao modo de Deus fazê-lo. O
ponto do novo nascimento é conceder visão espiritual. O ponto de anunciar o
evangelho é dar algo para se ver. O novo nascimento é para a glória de Cristo.
Portanto, Deus faz isso acontecer quando Cristo é pregado.

2) “O Senhor…”. Segundo, aquele que anuncia o evangelho descansa no
Senhor. A oração não é mencionada aqui. Mas isso é o que fazemos quando
percebemos que é o Senhor quem é o ator decisivo, não nós. Temos um papel
significante no anúncio do evangelho, mas é o próprio Senhor quem faz a
obra decisiva.

3) “…lhe abriu o coração…”. Visto que o problema chave em não crer no
evangelho é a dureza ou o fechamento do coração, aqui é onde o Senhor faz sua
obra decisiva. Ele “abriu o coração” de Lídia. Isso significa que ele tira o
coração de pedra, e coloca um coração de carne (Ezequiel 36:6); lemos sobre
o que ele diz com autoridade soberana: “Porque Deus, que disse que das
trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para
iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo” (2
Coríntios 4:6). Assim, as trevas se dissipam e a luz da verdade revela a beleza
irresistível de Cristo no evangelho.

4) “…para que estivesse atenta ao que Paulo dizia”. O efeito da abertura
do coração dela pelo Senhor é um verdadeiro ouvir espiritual do evangelho.
“Estivesse atenta” é uma tradução fraca do grego prosechein. Seu significado é
mais forte do que esse. Nesse versículo, o termo significa um ouvir com algo
anexo. A obra do Senhor não ajustou simplesmente o seu foco. Trouxe fé. A
ela foi concedido arrependimento (2 Timóteo 2:25) e fé (Filipenses 1:29).
Ou, nos termos de João 6, ela foi dada pelo Pai ao Filho (v. 37), e foi
trazida pelo Pai ao Filho (v. 44), e o Pai concedeu que ela viesse ao Filho (v.
65). Ela foi vivificada (Efésios 2:5) e nascida de novo (João 3:3, 7).
Você orará comigo nesses dias maravilhosos, para que Deus faça isso
por centenas de pessoas em nossos cultos? Ouvi de três conversões na última
semana. Estão caindo gotas de misericórdia ao nosso redor, mas imploramos
pelas chuvas.
Orando ao Senhor da vida,
Pastor John

Fonte:monergismo.net.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: